Flávio continua em destaque a frente do Consórcio do Nordeste, aproveitando todas as oportunidades possíveis para atacar Bolsonaro


Após mais uma declaração infeliz de Bolsonaro, governadores de 8  Estados do Nordeste emitem carta de repúdio, as declarações do Presidente.

Flávio Dino sempre se colocando como "porta voz" do CONSÓRCIO NORDESTINO vai aos poucos polarizando cada vez mais com Bolsonaro nacionalmente.

Dessa vez a desculpa foi uma declaração infeliz e descabida do presidente Bolsonaro que chamou o governador Paulo Câmara de "espertalhão" , dando a entender que o mesmo teria roubado a idéia dele Bolsonaro com relação ao 13º Bolsa família, sendo que Paulo Câmara anunciou o projeto em Agosto de 2018 enquanto Bolsonaro o fez em Outubro de 2018 as vésperas das eleições.

"Além de inverídica, a mensagem publicada possui um tom inaceitável, em qualquer situação, tornando-se ainda mais grave ao ser assinada pela mais alta autoridade do Poder Executivo nacional", diz o texto da carta de repúdio.

Assinaram a carta:

  1.   Rui Costa (PT), da Bahia; 
  2. Renan Filho (MDB), de Alagoas; 
  3. Camilo Santana (PT), do Ceará; 
  4. Flávio Dino (PCdoB), do Maranhão; 
  5. João Azevedo (PSB), da Paraíba; 
  6. Wellington Dias (PT), do Piauí; 
  7. Fátima Bezerra (PT), do Rio Grande do Norte;
  8. Belivaldo Chagas (PSD), de Sergipe.


Pelas redes sociais, o governador Paulo Câmara agradeceu a solidariedade dos governadores e reagiu à declaração de Bolsonaro:

"não faz sentido dedicar energia apenas para fabricar intrigas".

"no momento, o Nordeste enfrenta uma grave crise ambiental e seria muito mais útil ao país um posicionamento do presidente sobre este tema"

Numa referência clara ao petróleo que atinge praias da região desde o fim de agosto e a inoperância do Governo Federal que até agora não teve uma medida realmente eficiente na contenção desse petróleo bruto.


Bolsonaro escreveu em sua postagem:

"a desonestidade ainda persiste na política. O espertalhão da vez agora é o governador de Pernambuco, do PSB. Mas o povo de bem reage às mentiras".


Leia na íntegra abaixo a carta de repúdio dos 8 governadores do Nordeste:

Nós, governadores do Nordeste, gostaríamos de expressar nossa solidariedade ao colega Paulo Câmara, de Pernambuco, vítima de um descabido e desrespeitoso ataque proferido, hoje, pelo presidente Jair Bolsonaro.

Além de inverídica, a mensagem publicada possui um tom inaceitável, em qualquer situação, tornando-se ainda mais grave ao ser assinada pela mais alta autoridade do Poder Executivo nacional. É profundamente lamentável que a missão confiada ao atual presidente seja transformada em um vergonhoso exercício de grosserias e, neste caso, também na propagação de falsidades.

A verdade dos fatos, apresentada na resposta do governador de Pernambuco, prevaleceu. Mas não poderíamos abrir mão de registrar esta nota de repúdio. O Brasil precisa de seriedade, solidariedade, espírito público e entendimento. O país precisa de reunião de esforços para superar enormes desafios. É fundamental que este compromisso, que todos esperamos ver cumprido pelos gestores públicos, não seja debochadamente ignorado por alguém que deveria ser uma de suas maiores referências.

Continuaremos a postos, unidos, e firmes no trabalho a favor da população, também permanentemente atentos à manutenção de um ambiente que favoreça o diálogo, o respeito às pessoas e o fortalecimento da democracia.