Conselho de ética da Câmara abriu processo de cassação contra Eduardo Bolsonaro


O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados abriu nessa terça-feira processos de cassação pela fala em apologia a um "novo AI-5". O PSL segue a mesma linha e avalia expulsar Eduardo Bolsonaro pela fala em apologia a um "novo AI-5". 

O ministro Paulo Guedes reviveu a polêmica em entrevista, também falando em reprimir manifestações populares por meio de atos institucionais. Guedes foi prontamente criticado por Rodrigo Maia, que revelou temer pelos investimentos no país por declarações como essa.