BANHO DE KAOTRINE MATA PARASITA! EDÉSIO RECEBE PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO EM TURIAÇU!


Se lascou Edésio! O parasita de prefeitura, conhecido como sangue-suga, ou se preferir o VAMPIRÃO, como é conhecido no meio Edésio Cavalcante que há mais de 20 anos vem pulando de um lado pro outro de acordo com as suas conveniências, sem nunca se importar com a população de Turiaçu teve PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO da sua candidatura.

Edésio que sempre foi aliado do prefeito, acima vemos ele ao lado de Umbelino Ribeiro e abaixo abraçado com o mesmo, se cansou só de agiotar prefeitos e como olho grande que é, decidiu comer sozinho a vaca gorda da prefeitura, só que nesse projeto o VAMPIRÃO se esqueceu que teria que se descompatibilizar antes, pois o mesmo ainda MAMA NA VACA GORDA DA PREFEITURA DE TURIAÇU, eita vampirão se lascou hein... E os "dotor" que te apoiam kkk Não te avisaram?

So se preocuparam com a "FUNDAÇÃO" e esqueceram do resto kkk LEIA A MATÉRIA DE LUIS PABLO DE HOJE ABAIXO ou pelo link https://luispablo.com.br/eleicoes-2020/2020/10/ja-era-edesio-tem-candidatura-impugnada-em-turiacu/:

A coligação “Turiaçu é Maior” formada por PL , PV e PRTB representada por Adson Manoel e Sérgio Rabelo, protocolou junto à Justiça Eleitoral pedido de impugnação do registro de candidatura de Edésio Cavalcanti (Republicanos), que representa a coligação “Compromisso com a Mudança”, formada por REPUBLICANOS, PT e PSDB.

De acordo com o que o blog apurou, Edésio Cavalcanti é propietário de um imóvel alugado para a Prefeitura de Turiaçu, mas não descompatibilizou o seu nome do contrato referente ao aluguel do prédio onde funciona atualmente a Secretaria Municipal de Educação.

Em contato com a reportagem, Adson explicou que não pretendia apresentar o pedido por entender, segundo ele, que numa democracia é a população que deve fazer julgar quem é o mais preparado para administrar uma cidade, estado ou país, bem como representar o povo nas casas legislativas. No entanto, como já era esperado, a coligação contrária a ele, entrou com pedido de impugnação de sua candidatura. “Uma demonstração de covardia, e de querer se submeter a vontade soberana do povo”, declarou o candidato do PL-22.

BATEU, LEVOU   
Como o adversário resolveu judicializar a disputa, Adson então passou a adotar a ‘expressão do ‘bateu, levou’ e também entrou com pedido para impugnar a candidatura do candidato medroso e covarde.

“Nosso pedido é baseado em fatos que infringem a Lei Eleitoral. E um exemplo é que o dito candidato não descompatibilizou o seu nome referente ao aluguel do prédio da atual Secretaria de Educação. É público e notório que todos sabem de quem é a propriedade onde funciona a referida secretaria.E que faz do parte de seu patrimônio”, revelou.

Agora é esperar que a justiça seja imparcial e tome seu deferimento ou indeferimento a quem tiver de fato o verdadeiro desejo de disputar ad eleições democraticamente.

No entanto, uma coisa ficou clara no caso envolvendo Edésio Cavalcanti, pois “nem tudo que reluz é ouro”… e assim traduzindo.. nem tudo que se diz reconstrunção… é sinônimo de mudança. Haja visto que os benefícios usufruídos por tal candidato “oposicionista” está explicitado nos fatos concretos.

Para alguns juristas da região, o pedido de impugnação do candidato medroso é mais que explicitado com veracidade comprovada. Agora é aguardar o desfecho e que prevaleça a verdade!