A Morosidade da justiça brasileira provoca IMPUNIDADE!


Há mais de um ano uma representação criminal com pedido de afastamento e prisão preventiva dos agentes públicos de Turiaçu foi feita junto ao Ministério Público Federal protocolo PR-MA-00022129/2018, aonde o promotor Marcílio Nunes Medeiros após abrir o processo da notícia de fato nº1.19.000.001252/2018-66 emitiu ofício notificando os denunciadores de seu declínio de atribuição, pois no seu entendimento e também dos advogadores dos denunciantes o mérito da questão cabe julgamento ao TRF-1, portando cabendo ao Procurador Regional da República da 1ª Região fazer a denúncia. A verdade é que apesar de ter sido celere a atuação do promotor Marcílio Medeiros a PRR da 1ª Região até hoje não se manifestou, provocando um sentimento na sociedade de impunidade e descaso com a vida humana, afinal os crimes denunciados dentre eles o de prevariacação, impobridade administrativa e negligência tem provocado a morte de inocentes na cidade de Turiaçu.

Nossa reportagem teve acesso a denúncia recheada de fotos, documentos, depoimentos e provas que foram entregues na sede do Ministério Público Federal por meio de denúncia encaminhada por 5 vereadores e o vice-prefeito de Turiaçu. Os parlamentares da cidade e o vice prefeito fizeram a denúncia contra o prefeito Joaquim Umbelino Ribeiro e o secretário de saúde Cláudio Hipólito pelos crimes:

Associação Criminosa art.288;

Peculato art.312;

Prevaricação art. 319;

Corrupção Passiva art. 317;

Corrupção Ativa art. 333;

Organização Criminosa art. 1º § 1º da lei nº 12.850/2013


O Fator Verdade na questão é que a morosidade da justiça brasileira provoca a IMPUNIDADE, 16 meses se passaram e absolutamente nada foi feito.

As denúncias feitas pelos parlamentares são na verdade uma coleção de denúncias individuais realizadas na delegacia da cidade e no Ministério Público Estadual, que diante da falta de atitude do magistrado local e do próprio promotor estadual, causou a revolta da sociedade e dos parlamentares que buscaram uma instância superior, mas de nada adiantou, provocando um sentimento de revolta e abandono, nos familiares das vítimas.

Nem a morte de crianças inocentes parece comover as autoridades, enquanto isso barbaridades acontecem na cidade todos os dias, e o prefeito fica a um ano de terminar seu mandato apesar dos pesares.

TURIAÇU CLAMA POR JUSTIÇA!