PORTARIA 2358 do Ministério da Saúde determina que todas as prefeituras realizem Pesquisa Epidemiológica


O Ministério da Saúde publicou portaria válida para todo Brasil, sobre a vigilância epidemiológica do COVID-19, seguindo recomendação da OPAS - Organização Pan Americana para Saúde e da OMS - Organização Mundial da Saúde, o Ministério da Saúde do Brasil publicou em 02 de Setembro de 2020, uma portaria aonde determina recursos emergenciais aos municípios para que seja realizado pesquisa epidemiológica dentre outros, tudo faz parte do programa nacional de vigilância epidemiológica.

Tal pesquisa é vital para que as secretarias municipais possam estabelecer ações preventivas e reparadoras para impedir o desenvolvimento da COVID-19 em suas cidades, assim como servirá como base para que o Ministério da Saúde envie os LOTES DE VACINA, afinal conforme o presidente da república já declarou, hoje não há vacinas para todos disponível no mercado e nem recursos para vacinar toda a população, então será estabelecido um calendário de vacinação, aonde inicialmente somente os grupos de riscos serão vacinados.

Falamos com o presidente do EMET INSTITUTO, sobre este levantamento, por telefone o mesmo nos informou como é realizada a ação:

- Mapeamos todo o município, enviamos a cidade uma equipe de profissionais da saúde, que fazem uma série de levantamentos que identificam estes grupos de risco e áreas com maior incidência do vírus, além disso monitoramos mais de 20 outras doenças. Nossa empresa é a ÚNICA em todo o Estado que tem em seu staff a equipe necessária, assim como os registros obrigatórios e o sistema adequando e compatível com as demandas do e-SUS. Já estamos realizando pesquisas em 5 Estados para vários municípios, o Maranhão parece que só acordou para portaria agora depois das eleições, já temos contato com vários prefeitos eleitos e re-eleitos e esperamos dar conta da enorme demanda para 2021 e assim o Maranhão receber LOTES em quantidade suficiente.

Perguntamos a Fernando Bastos se o Governo do Estado do Maranhão tem trabalho neste sentido:

- Não tenho conhecimento, o governador Flávio Dino é grande defensor da vacina, acredito que ele deva estar programando algo neste sentido, mas nossa empresa apesar de ser a ÚNICA do Maranhão a atuar neste sentido nunca foi contactada sequer para debater o tema, nos colocamos a disposição não só do governador como assim de todos os prefeitos do Estado que está bem atrás de outros estados nesta questão específica.

No link abaixo pode-se acessar a portaria do Ministério da Saúde:
https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-2.358-de-2-de-setembro-de-2020-275909887

ou baixar os arquivos do DOU, publicação da OPAS e da OMS




Nos documentos acima podemos ver estudo profundo da OPAS e da OMS aonde falam da 2 onda e que ela está se iniciando no Brasil, os estudos ainda falam do agravamento dos casos e da confirmação de casos recorrentes, aonde as pessoas se contaminam várias vezes com o vírus.

O EMET INSTITUTO ainda nos forneceu um documento que fala um pouco sobre a vigilância epidemiológica e o levantamento epidemiológico que pode ser baixado abaixo:

Em contato com o Ministério da saúde nosso blog recebeu do Ministério da Saúde o a 7ª edição do Guia de vigilância epidemiológica o qual também disponibilizamos abaixo:

A verdade é que muitos são os dados e as informações disponíveis, mas pouco as cidades de nosso Estado vem fazendo neste sentido, em contato com o Ministério da Saúde tivemos a triste notícia que as cidades do Matranhão são as que menos alimentam o sistema do e-SUS por falta de levantamentos como esses, apesar da portaria determinar ações neste sentido pouco foi feito por nossos prefeitos, além disso os recursos destinados para o custeio mensal não vem sendo aplicados de forma correta como a portaria 2358 determina.

Vamos torcer para que os novos prefeitos e secretários que assumirão em 2021 sejam mais responsáveis com a população do nosso Maranhão.